Pintura do Dia...

sexta-feira, 28 de setembro de 2007

Biscuit Básico

Modo de Fazer:
Material Dica: Não misture com os produtos alimentícios

  • 2 Xícaras de Cola Branca, Porcelana Fria ou Cascorez Rótulo Azul
  • 2 xícaras de amido de milho
  • 2 colheres de sopa de vaselina líquida
  • 1 colher de sopa de limão
  • 1 colher de sopa de creme de mão
Dica: Coloque a quantidade de amido e cola iguais para dar o ponto da massa.
1 Coloque o amido, a cola, a vaselina liquida e o limão.
2 Continuação.
3 Continuação.
4 Continuação.
5 Mexa tudo.
6 Coloque a massa no micro-ondas por 1 minuto, retire e verifique como a massa está e se achar necessário coloque de meio em meio minuto ou de 1 em 1. Até ficar no ideal.
7 Continuação.
8 Massa pronta.

Dica: A massa não deve ficar nem muito mole nem muito dura. O ponto ideal é que fique uma massa consistente e que fique ideal para modelar.


Fonte: Artesanato na Rede

segunda-feira, 24 de setembro de 2007

Dicas para bordar

Lave sempre as mãos antes de bordar, isso permitirá um trabalho limpo.

Use uma boa iluminação para bordar, de preferência use luz fluorecente.

Borde em acentos confortáveis para não prejudicar sua coluna.

Coloque uma almofada no colo para aproximar o bordado .

Se você quiser que a linha não dobre ao puxar do ponto, passe uma esponja úmida do começo ao fim da linha.

Passe sempre um alinhavo no tecido que cortou, evitando desfiar.

Para fazer todos os pontos no mesmo sentido é só levar o fio por baixo do ponto anterior, na carreira de volta.

Se você borda para vender, compre o material no atacado, isso aumenta sua margem de lucro.

Combine as cores da linha com as do tecido é harmonioso e fundamental.

Ao terminar um trabalho sempre lave, passe à ferro e engome. Ficará lindo !

Quando aplicar seus bordados use tecidos que não desbotam.

Para bordar com fio metalizado umedeça-o numa esponja qualquer, para facilitar o uso.

Se não quiser ou não souber fazer 1/4 ou 3/4 de ponto, basta deixar de bordar os quadradinhos com um triângulo colorido que aparecem em certos gráficos mais elaborados e por fim defina-os com ponto atrás (contornos). Você pode usar esse truque quando quiser para acelerar seu trabalho, mas nunca deixe de praticar os pontos fracionados, eles são necessários para fazer um lindo trabalho.

Para aplicar bordado em tecidos comuns como os de camisetas, calças etc. Aplique uma entretela termo-colante no avesso do tecido (se necessário) e no direito do tecido, aplique o cânhamo com um alinhavo e borde normalmente. Terminado o bordado remova os fios do cânhamo com uma pinça, porém com cuidado, para não deslocar os pontos do bordado.

Aprender Ponto Cruz

Aprenda a Bordar




Tecido - Os tecidos que você poderá utilizar para bordar o ponto cruz são os seguintes:
- Etamine
- Cânhamo (fino ou grosso)
- Linho





Linhas - Você irá usar fios de algodão mouliné Anchor, DMC, Maxi ou semelhantes porém com 6 (seis) fios. Ela pode ser dividida em 2 (dois) ou mais fios se quiser um efeito de relevo.
Como puxar a linha - Após cortar um pedaço de aproximadamente 50 (cinquenta) cm de meada, com os dedos polegar e indicador aperte a ponta da meada que cortou e com a outra mão puxe apenas um fio. Este procedimento facilitará seu trabalho.





Agulhas - Você pode usar agulhas sem ponta tais como:
números 22, 24 e 26.
Quanto maior o número, mais grossa será a agulha. Não utilize agulhas grossas para tecidos de tramas pequenas.
Nesta figura você verá como introduzir a linha na agulha.





Ponto Cruz básico - Arremate a linha no tecido, comece com movimentos debaixo para cima, fazendo uma carreira de ida até o espaço indicado pelo gráfico a ser bordado. Depois volte fechando com a agulha de cima para baixo, concluindo assim o ponto cruz.






Bordando um ponto por vez - Se você está usando linhas variadas ou fazendo pontos isolados, você deverá completar um ponto por vez. Fazendo o ponto como na figura ao lado, a linha no avesso do tecido ficará na horizontal, tendo assim um avesso limpo. Atenção ! Não pule mais do que 3 ou 4 quadrados de trama para iniciar outro ponto, porém se for necessário, corte a linha e inicie o outro ponto, para que o avesso não fique cheio de caminhos de linha, tornando assim o avesso limpo.




Meio ponto - (3/4 de ponto e 1/4 de ponto) Para fazer esse ponto, saia com a agulha de um dos cantos dos quadrados e continue com o ponto normal.
Borde uma carreira de ida até chegar ao lugar indicado pelo gráfico e faça o meio ponto no quadrado fechando para o sentido que estiver indicando no gráfico





Ponto atrás - (contorno) Arremate a linha no avesso, introduza a agulha para o direito do tecido e faça um ponto para trás sobre um quadradinho do tecido, puxando a agulha um quadradinho a frente do lugar de onde saiu antes. Trabalhe seguindo como na figura ao lado. Geralmente usa-se um ou dois fios de linha para o ponto atrás (contorno).




Ponto petit - São pontos que ocupam metade do espaço que ocupa um ponto cruz básico. Você pode usar pequenos pontos para melhorar um detalhe, por exemplo na área de um rosto. Deste modo irá minimizar o trabalho evitando meios pontos e detalhes. Os tecidos mais apropriados são o cânhamo e o linho.




Nó Francês - (rococó) Arremate a linha no avesso do tecido e passe a agulha para o direito do tecido. Introduza a agulha em um fio da trama, mas não puxe a agulha. Dê duas laçadas na linha em torno da agulha, segure firme as laçadas dadas e puxe a agulha. Após feito isso introduza a agulha para o avesso do tecido por outro fio da trama, próximo ao que você introduziu.




Arremate - O arremate do ponto cruz básico é feito da seguinte forma: no avesso do tecido, passe a linha por dentro de varios pontos. Para deixá-lo mais seguro, evitando que o ponto escape ao lavar, passe pela trama na diagonal. Isso permitirá um avesso perfeito.





Hardanger - A estrutura básica do hardanger é pegar uma certa quantidade de pontos com a agulha na vertical e fazê-los para qual direção quizer seguindo um "ZIG-ZAG" diagonal.
Os pontos na frente do trabalho tendem a ficar alinhados e sem espaços entre esses alinhamentos. Como na figura ao lado.

Esta informação foi retirada do site www.pontocruz.net

sábado, 15 de setembro de 2007




Fonte

















No 1º semestre de 2006 mudei de casa, e resolvi que a decoração iria ser em grande parte feita por mim...nada como comprar as peças em gesso e pintá-las ao nosso gosto.

O meu 1º quadro em ponto cruz

Este quadro foi um dos trabalhos que eu fiz em ponto cruz

A minha primeira pintura em Gesso

Esta foi a 1ª peça, em gesso, que eu pintei...e já tem alguns anos...